bruxasalomeAudrey Wood – A bruxa Salomé

A Bruxa Salomé é um daqueles livros que as pessoas adoram! O que chama à atenção no livro foi o pedido da mãe a seus sete filhos, no momento em que precisou sair:
– Tenham muito cuidado e lembrem-se; não deixem ninguém estranho entrar e nem cheguem perto do fogo.
A mãe disse às crianças para não abrirem a porta para estranhos, no entanto a bruxa Salomé usou de truques e enganações para convencer as crianças à desobediencia…
Escrito por Audrey Wood, com ilustrações de  Dom Wood e tradução de Gisela Maria Padovan é um livro que foi agraciado com o Prêmio Monteiro Lobato de melhor livro traduzido para criança.
O texto começa com uma bela ilustração e a seguinte frase:
“Era uma vez uma pobre mulher que vivia bem longe, além da estrada coberta de poeira, com seus sete filhos […]”

assimouassado

Dabroslav Foll – Assim ou assado?

Assim ou Assado? utiliza a arte óptica para criar uma brincadeira lúdica que aguça a imaginação dos leitores deste livro-brinquedo: sobrepondo uma lâmina de acetato listrada sobre cada página, duas imagens diferentes surgem a partir de uma inicial, de formato aparentemente estranho.
Com um simples movimento da lâmina, um pássaro, por exemplo, pode se transformar numa tesoura. A simplicidade nas formas revela uma característica marcante do contexto artístico em que Foll estava inserido, na então Tchecoslováquia.

florestaAnouck Boisrobert e Louis Rigaud – Na floresta do
bicho- Preguiça

O livro dos franceses destaca-se por sua inventividade e criatividade: sob uma cuidadosa engenharia de papel, criaram a história de uma floresta que está sendo devastada pelas mãos do homem, apontando, também, para a esperança do renascimento. As páginas pop-up celebram a riqueza da flora e da fauna da floresta amazônica, ao mesmo tempo em que aborda sua vulnerabilidade. O bicho-preguiça, presente em todas as páginas, está entre as espécies ameaçadas de extinção. No texto de quarta capa, a antropóloga e artista plástica Ana Maria de Niemeyer Cesarino destaca que o livro foge dos clichês de histórias sobre desmatamentos ao enfatizar a relação do próprio homem com a natureza: Num mito dos Apurinã, um povo indígena da Amazônia brasileira, o bicho-preguiça é um animal ancestral. O que ele pode representar para nós?. O livro foi impresso com tinta de soja ecológica e possui o selo FSC, indicativo de que o papel é proveniente de fontes responsáveis.

Maenhe2 Ilan Brenman – Mãenhê

Todo dia era a mesma gritaria: “Mãenhê” pra cá; “Mãenhê” pra lá. Até que a mãe, cansada, decide tomar uma decisão drástica! Mas não é que ela sente falta? Mãenhêêêêêêêê!!!

lobo
Geofftoy de Pennart – O Lobo voltou

O jornal traz uma notícia apavorante: o lobo voltou. Alarmadas, várias de suas vítimas (chapeuzinho vermelho, os três porquinhos, a cabra e seus sete cabritinhos…) começam a se reunir na casa do senhor coelho para comentar o assunto – e consolar uns aos outros. Então, eis que quando o algoz finalmente aparece, eles percebem que estão em maior número. Assim, a fábula se inverte, para comprovar a antiga máxima de que juntos, somos mais fortes.

leaoJsrry Pinkney – O leão e o camundongo

Às vezes até O REI precisa de ajuda… e amigos muito pequenos mostram-se GRANDES amigos. Esta é uma adaptação feita pelo premiado JERRY PINKNEY de uma das fábulas mais conhecidas e apreciadas de Esopo, que ensina que nenhum ato de solidariedade é desperdiçado, onde o forte e o fraco ficam cara a cara, onde a sabedoria e a generosidade andam juntas…

viniciusVinicius de Moraes – Vinicius Menino

Vinicius menino reúne doze textos em verso e prosa de Vinicius de Moraes, alguns recolhidos de livros do autor, alguns inéditos. Neles, Vinicius fala principalmente de sua infância e juventude. Movido pela memória, e pela sensibilidade de um poeta que já foi menino, ele escreve sobre a casa de sua mãe, a casa de seus avós, sobre seus parentes e amigos, sobre os banhos de mar, as brincadeiras, os desafios e as aventuras. Fala sobre os bichos? galinha, vaca, boi, pomba, formiga, mosquito… Brinca de dicionário, procurando palavras e escrevendo sobre elas. Como diz Eucanaã Ferraz, responsável pela idealização do volume: “Há muita alegria e risada, sim, mas há lugar também para a solidão, o silêncio, a dúvida e a emoção”.

bebes

Christine Bailey – 100 receitas para bebês e crianças saudáveis.

Uma introdução busca orientar os pais sobre a importância da nutrição em cada fase da infância e explicar como despertar o interesse dos pequenos pelos alimentos, além de apresentar uma tabela com os nutrientes tidos como mais importantes. As receitas, elaboradas para que as crianças comam com autonomia, incluem informações nutricionais, sugestões acompanhamentos e indicações de conservação e rendimento.

marceloRuth Rocha – Marcelo: de hora em hora

Neste livro você vai aprender, junto com o Marcelo, uma forma divertida de ver as horas, além de entender como e por que as pessoas dividem o tempo em pedacinhos.
No final, vai se divertir com as brincadeiras preparadas especialmente para você!

soltaosabiaRuth Rocha – Solta o sabiá

Você já imaginou como era viver num tempo diferente de hoje? Já pensou como o cotidiano e os costumes das pessoas mudam à medida em que o tempo passa?
A série Meninos, eu vi! Apresenta meninos e meninas parecidos com você, mas que foram testemunhas de acontecimentos muito importantes da história do Brasil e do mundo.
Francisco nasceu em Portugal, mas veio para o Brasil ainda pequeno, no século XVII. Ao chegar, acompanhou de perto as aventuras dos bandeirantes – desbravadores que exploravam novos caminhos pelo Brasil, mas que também se tornavam impiedosos caçadores de índios para serem escravizados. O contato com essa nova cultura e a realidade da Colônia fazem com que a solidariedade e a luta pela liberdade passem a estar cada vez mais presentes na vida do menino

 fimdesemana

Ana Maria Machado – Fim de semana

Em todas as casas, toda sexta-feira, depois de estudar a semana inteira alguém está pensando em brincadeira. Este é um livro sobre as brincadeiras e as divertidas possibilidades que podem estar contidas num fim de semana.

o_menino_que_aprendeu_a_ver

Ruth Rocha – O menino que aprendeu a ver

O mundo é cheio de coisas para se ver: umas a gente entende, outras não pode entender.
Esta é a história do menino João, que aprendeu pouco a pouco uma lição.
As coisas do mundo a gente precisa aprender e é isso que se descobre quando se aprende a ler.

no_pais_das_bexigasCesar Obeid – No país das bexigas

Maria, que morria de medo de bexigas, não poderia faltar na festa de aniversário da sua melhor amiga. E foi nesse clima festivo e tão animado que a menina enfrentou o seu medo mais profundo ao visitar o País das Bexigas. Conheça também esse lugar suave nas letras e cores deste livro…

almanaque_conto_fadasAlfredina Nery e Lourdes Atié – Almanaque dos contos de fadas

Duas educadoras, Alfredina Nery e Lourdes Atié, resolveram recuperar suas melhores lembranças sobre os contos de fadas e transformar o prazer que gerou este mergulho em um almanaque para crianças. O resultado foi este livro cheio de deliciosas descobertas para que a história continue com cada um dos leitores fazendo seu próprio caminho. E para quem acha que contos de fadas são só aquelas histórias de antigamente e que todo mundo conhece, vai se surpreender com tantas curiosidades!

bomdiaRuth Rocha – Bom-dia todas as cores

Bom-dia, sol
Bom-dia, flores
Bom-dia, todas as cores!
O camaleão queria a todos agradar. Mas será que isso pode funcionar? Pois quem a si mesmo não agrada também jamais vai conseguir agradar outro alguém.

 

 

Related posts

Leão Gritalhão

Leão gritalhão, uma grande diversão é um livro que convida crianças e adultos a refletir sobre a forma em que nos comunicamos. Pode ser na floresta ou na cidade, não importa a paisagem, o que importa são os vínculos ou relações que criamos. Um dos pontos fundamentais desta história é a simplicidade com que se

Leia Mais

Dia Mundial da Alfabetização

O Dia Mundial da Alfabetização é celebrado desde 1967, no dia 8 de setembro. Esta data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com o objetivo de incentivar a discussão sobre o tema no mundo todo com ênfase em

Leia Mais