Nesse mês disponibilizamos 10 novas resenhas literárias.

 

O SUMIÇO DA LUA – Manuel Filho

o_sumico_da_lua_capa.indd

Numa noite muito estranha, a lua desapareceu do céu e todos ficaram apavorados. A maré não subiria…A noite perderia o seu brilho…A mata ficaria desprotegida… Mas Éder e Elias, dois irmãos gêmeos, e sua prima Tri descobrirão o motivo pelo qual o sumiço aconteceu e também conhecerão e reviverão de forma emocionante a história de Capéi, personagem de uma lenda indígena que narra a história de uma entidade que foi morar com as estrelas por ser feita de luz, tornando-se, assim, a lua.

LENDAS INDÍGENAS – Antoracy Tortolero Araujo

lendas_indigenas_capa.indd

É por meio das lendas que as mais diversas tribos indígenas transmitem sua cultura, seus ensinamentos e tentam explicar a origem de quase tudo no mundo. Algumas narram histórias referentes à fauna e flora da região. Já outras, contam histórias de seus próprios povos. Como os primeiros homens conseguiram o fogo? Qual seria a origem do nascimento da noite? De onde surgiram os peixes e os outros animais? São respostas para essas questões que Antoracy Tortolero Araujo reuniu em seu livro Lendas indígenas, agora em nova edição, que traz ilustrações tão belas quanto as histórias contadas por ele.

AMOR QUE VAI, AMOR QUE VEM – Regina Rennó

amorquevai

Amamos nossos pais, nossos amigos, nossos animais de estimação, alguns objetos e diversas outras coisas que, na maioria das vezes, estão ao nosso redor. No entanto, algumas delas podem desaparecer quando menos esperamos. É apenas por meio de ilustrações que a história de uma garotinha que perde o seu grande amigo salta aos olhos do leitor. Assim, Regina Rennó constrói uma narrativa visual delicada que ensina aos leitores como podemos lidar com a perda daquilo que nos é importante.

OS BRILHORENTOS E A FESTA NO CELEIROMark Chambers

bilhorentos

O fazendeiro Epaminondas tem uma fazenda incomum. Nessa fazenda ele não cria vacas ou ovelhas ou galinhas. Ele cria monstros! Os Brilhorentos brilham no escuro quando comem folhas de flor-de-dente. Então, quando acaba a energia na festa da fazenda, somente os brilhorentos podem resolver o problema.

HORA DO JANTAR – June Morley

horadojantar

Está na hora do jantar e todos os animais estão famintos! O gato está olhando para o pássaro, que está olhando para a aranha, que está olhando para a mosca… será que alguém vai acabar virando o prato principal?

A ESCOLA DAS MULAS – Julia Rawlinson

escoladasmulas

Mulambo anda incomodado com as regras das Escola das Mulas. As outras mulas são tão teimosas quanto… bem, quanto uma mula! Mas mulambo nem sempre quer ser teimoso. Então, quando um desastre acontece, cabe a ele salvar as outras mulas de sua própria teimosia e fazê-las perceber que, às vezes, é bom ser diferente para variar…

Uma história bem-humorada sobre a diversidade!

NÓS SOMOS OS MELHORES – Sophie Schmid

NOS SOMOS OS MELHORES

Enquanto Gil, o camaleão, não quer mais mudar de cor, a porquinha Suzi pretende permanecer limpa e asseada, o pavão Carlos não quer mais mostrar sua plumagem, Célia, a arara, ficou muda, a girafa Paula encolheu seu longo pescoço, Lisa, a rinoceronte, agora vai fazer uma dieta, e até a hiena Berta não vai mais gargalhar…

… Até aí tudo bem. Ou será que não?

CADA CASA CASA COM CADA UM – Ellen Pestili

cadacasa

O rato mora na toca, a abelha na colmeia e o cachorro na casinha. E o sapo, onde mora? Como é a casa do joão-de-barro? Com um texto simples e lindas ilustrações, Ellen Pestili mostra que cada um tem sua moradia, seja ela grande, pequena, de madeira, perto da árvore ou na lagoa. O que importa é que todos se sintam bem onde vivem.

SINTO O QUE SINTO COM CINCO SENTIDOS – Ellen Pestili

sintooquesinto

Música suave e ruídos de máquinas, superfícies ásperas e macias, gosto de chocolate e de limão… Nossos sentidos nos proporcionam as mais diversas sensações, algumas boas, outras nem tanto. De forma lúdica, o livro mostra o tipo de coisa que podemos sentir e desperta a atenção do leitor para os cinco sentidos, para que ele também possa, aos poucos, ir descobrindo as sensações de que gosta.

QUEM VAI E VEM UM JEITO SEMPRE TEM – Ellen Pestili

quemvaievem

Carro, ônibus, navio, avião, as próprias pernas… Há vários meios de transporte, mas o que será usado depende de onde se quer chegar. É a partir desse tema que o livro mostra as várias possibilidades de locomoção e faz o pequeno leitor pensar, de forma lúdica, nas formas mais adequadas de ir aos diferentes lugares.

Related posts

Qual a máscara ideal para as crianças?

Segundo a Dra. Letícia Kawano-Dourado, médica e pneumologista e pesquisadora que assessora a Organização Mundial da Saúde (OMS), em entrevista à revista Pais&Filhos a Dra. recomendou que as crianças que têm condições de usar a máscara, façam o uso dela. A Dra. Letícia aponta as melhores opções de

Leia Mais

Feliz Dia do Professor e dos Funcionários Educadores

Como sabem, aqui na Trilhas, todos nós exercemos diariamente o papel de educador. Gostaríamos de homenageá-los, neste especial 15 de outubro, Dia dos Professores e Funcionários Educadores, com um videoclipe produzido (a muitas mãos) com muito carinho, representando o dia a dia de trabalho de cada um, neste período atípico de pandemia. Deixamos aqui o

Leia Mais