Descubra como renovar os ambientes com R$ 3 mil, R$ 5 mil e R$ 10 mil.

Está na hora de reformar a casa, mas o orçamento está curto? Pois saiba que não é preciso investir muito para renovar os ambientes. Consultamos especialistas para ver o que é possível fazer com três orçamentos diferentes:
R$ 3 mil
R$ 5 mil
R$ 10 mil

(Vale lembrar que os gastos dependerão da região que você mora e do tamanho da casa.)

O primeiro passo é fazer um planejamento completo antes de começar a obra e estudar a verba disponível para descobrir o que realmente poderá ser feito neste momento. Ter a planta do imóvelem mãos também é fundamental. “Dessa forma, o projeto será planejado com maior cuidado”, recomenda o arquiteto Gustavo de Assis. Sem esse documento, encontrar canos e mapear o ambiente será bem mais demorado.

A escolha da mão de obra também é uma etapa importante. “Os responsáveis devem ser capacitados para o trabalho. Lembre-se: muitas vezes o barato pode sair caro”, alerta a arquiteta Andréa Parreira Andréa.

Tomados esses cuidados básicos, confira o que pode ser feito com:

R$ 3 mil
– Renovar a pintura dos ambientes
“Dê preferência a tintas de linha, pois são mais baratas que as especiais e têm qualidade garantida”, sugere o arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris. Escolha uma parede para ser o destaque da casa. Opte por uma cor diferenciada ou uma textura, isso mudará completamente o astral do seu lar.

– Trocar o piso do banheiro
Geralmente, o ambiente apresenta dimensões mais enxutas e, por isso, consome menor quantidade de materiais. Usar cerâmica é sempre uma boa pedida, já que é um material mais em conta.

– Renovar pequenos detalhes que fazem diferença
“Troque capas das almofadas da sala e enfeite os espaços com vasos e flores. Tudo ficará lindo”, afirma Andréa.

R$ 5 mil
– Renovar detalhes
Você pode começar com a modernização de alguns itens, como interruptores que estavam velhosdemais, assentos para os vasos sanitários e outros acessórios para o banheiro (porta-toalhas, porta-shampoo e porta-papel higiênico, por exemplo).

– Integrar a cozinha à sala
Com esse orçamento é possível eliminar a parede que separava os dois ambientes e dar vida a uma cozinha americana, que é muito mais prática e ainda ajuda a conferir aquela sensação de amplitude.

– Revestir o sofá
“Invista em uma capa para o sofá”, alerta Andréa. Assim você não precisa gastar comprando um modelo novo e ainda pode liberar verba para outros espaços da morada.

Investir em papel de parede
Este é um material que pode renovar os espaços sem quebra-quebra. Escolha uma divisória, do quarto ou da sala, para destacar. Um rolo custa em torno de R$ 600 (10 m x 0,50 m).

R$ 10 mil
– Aplicar gesso
O orçamento possibilita a aplicação de gesso no forro dos ambientes. “Você vai aprovar o resultado, pois o material confere sofisticação”, ressalta Andréa.

– Renovar o piso da sala
Esse tipo de reforma é possível dentro desse orçamento desde que você escolha materiais mais acessíveis, como cimento queimado (cerca de R$ 45 o metro quadrado), vinil (R$ 50 o metro quadrado) ou laminado de madeira (R$ 50, em média).

– Trocar a bancada da pia da cozinha
Se a bancada estiver velha e sem graça, uma boa opção é apostar em um modelo de cimento queimado, que é fácil de manter e custa apenas R$ 45 o metro quadrado. Um novo gabinete e armários para os utensílios também serão sempre bem-vindos. Dê preferência aos modelos planejados, que se adaptam melhor ao espaço disponível. Um projeto completo para uma cozinha média pode custar em torno de R$ 7 mil.

– Mudar os móveis da sala
Invista em um novo sofá, poltrona ou mesa de centro.

– Criar um closet
Se no seu quarto há um pequeno corredor sem uso, uma boa pedida é transformá-lo em closet. Com esse orçamento em mãos é possível fazer a reforma, desde que o planejamento seja realizado da maneira correta. Os materiais, a mão de obra e os armários para um ambiente pequeno (exemplo: 2,5 m x 1,5 m) custarão em torno de R$ 8 mil.

Dicas de economia
– Pesquise sempre. É importante estar sempre bem informado em relação às lojas de materiais de construção e à mão de obra escolhida.

– Comprar todos os itens no mesmo estabelecimento pode ser uma boa saída para quem deseja poupar. “Você conseguirá descontos maiores”, afirma Kílaris. O pagamento à vista também é o mais recomendado, pois não há juros e a barganha será ainda maior.

– Siga o planejamento e adquira os itens no momento certo. “Fique atento! Muitos materiais têm prazo de validade e podem estragar. Armazená-los corretamente é uma maneira de evitar desperdícios”, ressalta Assis.

FONTE: IG Delas

Related posts

Trilha Solidária

Há quase 20 anos, a Trilhas recebeu um pedido para ajudar a arrecadar alimentos para uma instituição de caridade. A vontade de ajudar e de ser solidário contagiou a escola e assim começou o projeto Trilha Solidária. A contribuição é voluntária e a arrecadação é feita da seguinte maneira: no começo de cada mês, a

Leia Mais

11 DE JUNHO TEM FESTA JUNINA NA TRILHAS

PROGRAMAÇÃO 9h às 12h30 – Festa Junina para os (as) alunos (as) do Ensino Fundamental I e II 14h às 17h30 – Festa Junina para os (as) alunos (as) da Educação Infantil Nosso arraiá está chegando! Para quem já participou noutros anos, é hora de recordar o quão especial este evento é para a comunidade

Leia Mais