Lanche caseiro X quitutes da cantina

Na disputa entre a merenda feita em casa e a comprada na lanchonete da escola, nem sempre o mais saudável vence. Aprenda a virar esse jogo

 

84468403

 

O lanchinho natural é melhor e mais nutritivo do que os oferecidos na cantina da escola. A afirmação tem muito de verdade, mas isso não significa que a garotada queira trazer a merenda de casa. Afinal, como resistir a um salgado quentinho, ao chocolate ou ao refrigerante expostos na lanchonete? A tarefa dos pais é convencer os filhos a abrir mão dessas “delícias” e nem sempre é fácil.

Para ganhar a preferência da meninada é preciso criatividade para oferecer alimentos gostosos e atraentes. Ana Beatriz Barrella, nutricionista da RGNutri Consultoria Nutricional, graduada pelo Centro Universitário São Camilo e especialista em Ciências e Tecnologia de Alimentos pela Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), dá cinco dicas para você virar esse jogo e fazer o lanche caseiro virar o campeão de votos.

1. Aposte na variedade
Esse é o primeiro desafio a ser vencido. Em geral, por conta da correria, os pais acabam colocando lanches parecidos e fica aquela impressão de filme repetido, o que desmotiva a garotada. É preciso variar, criar combinações diferentes e até mesclar alimentos naturais com industrializados.

2. Invista em inovação
Quanto mais divertido o lanche, melhor. Saia do sanduíche e da fruta. Que tal oferecer os alimentos de forma diferente? Você pode montar, por exemplo, espetinhos de frutas ou de tomate-cereja com cubinhos de queijo.

3. Prepare quitutes
Sempre que puder, faça em casa alimentos que são vendidos na cantina, como bolos (sem recheio), sanduíches (naturais), cookies (integrais), esfihas, pasteis (de forno). Com o preparo feito em casa você pode selecionar melhor os ingredientes e a maneira de confeccioná-los.

4. Aceite opinião
Ouvir a criança é fundamental e o melhor é montar o cardápio da semana com ela. Mostre que o ideal é incluir na lancheira 1 porção de carboidrato (pães, biscoitos e cereais), 1 porção de proteína, que pode ser de origem láctea, e 1 fruta.

5. Libere uma guloseima
Quando a criança leva lanche nutritivo diariamente, vale liberar uma vez por semana aquela guloseima preferida. Bolacha recheada, salgadinho, chocolate ou aquele petisco que ela adora, em pequena quantidade, pode compor o lanche da semana. Assim filhos e pais ficam satisfeitos!

O desafio é ter jogo de cintura, avisa a nutricionista. “Se a criança tem boa saúde, os pais podem até liberar a ida à cantina uma vez por semana. E aproveitar esse momento para orientar os filhos na escolha do lanche aliando sabor e saúde”, afirma Ana Beatriz. E, nesse caso, escolher bem significa optar por salgados assados e sucos de fruta naturais ou bebidas lácteas em vez de refrigerantes.

Fonte: Revista Crescer

Related posts

6/10: Aniversário da Trilhas!

Neste mês, a Trilhas está completando 26 anos! Dia 6 de Outubro é o aniversário da escola e é dia de comemoração, são 26 anos de uma história de dedicação e amor à educação! Feliz aniversário Trilhas! Confira o vídeo produzido em comemoração aos seus 25 anos:

Leia Mais

Curitibim | 3º ano

CURITIBIM é uma mostra de canções para crianças. Teve suas primeiras edições realizadas em 2015 e em 2018. Nestas edições contou com a participação de 15 artistas de diferentes regiões do Brasil. A terceira edição será realizada em um SHOW ONLINE,dia 03de outubro de 2020, transmitida no Canal Parabolé. O projeto promove e valoriza a

Leia Mais