1) Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. A máxima de Lavosier pode e deve ser seguida ao pé da letra quando o assunto é decoração. Em vez de gastar com materiais caros e não reaproveitáveis, opte por reutilizar o que há de sobras de papelão e isopor em sua casa. Com papéis reciclados coloridos, papel marché confeccionado a partir da reciclagem de jornal e colagens, até mesmo de folhas de árvores, é possível construir um bonito cenário para a festa.

2) Para quem não abre mão de usar bexigas coloridas como enfeite, é possível encontrar balões de gás produzidos com borracha biodegradável. O único problema é como, ao fim da festa, garantir um destino correto ao que sobra, uma vez que ainda é difícil encontrar estabelecimentos encarregados de reciclá-los.

3) Na hora de servir as guloseimas, troque os tradicionais pratinhos e copos de plástico pelos feitos de papel, facilmente recicláveis. Muitas lojas especializadas vendem kits temáticos e coloridos, que dão um charme ao aniversário. Já os talheres de plásticos podem ser substituídos por outros convencionais ou de bambu, encontrados até mesmo em lojas de R$ 1,99.

4) Na hora do bolo, inove usando velas confeccionadas a partir de cera produzida por abelhas. Nas casas especializadas, você as encontra em cores e formatos diferentes, como anjos, flores e as tradicionais lisas. Os preços variam de R$ 3 a R$ 10.

5) Para combinar com o clima de respeito e aproveitamento dos recursos naturais, invista em um cardápio saudável e nutritivo. Para beber, abuse dos sucos de frutas naturais, preferencialmente orgânicas. As frutas da estação têm, em geral, custo mais baixo e são mais ricas em nutrientes por serem frescas.

6) Para comer, deixe de lado as frituras. Dê preferência aos salgadinhos de forno, bem mais saudáveis. Na hora de fazer a pipoca, opte pelo milho tradicional no lugar daquelas para micro-ondas. Outra boa escolha são os palitinhos de frutas – com banana, uva e morango – banhados ao chocolate e os sanduichinhos de pão integral, queijo minas e peito de peru.

7) Na hora da recreação, para as crianças menores, pode-se simular um jogo de trilha, no qual os participantes respondem a diferentes questões relacionadas ao meio ambiente, como qual é a cor da lixeira onde deve-se jogar vidros. Quem acertar, avança casas, podendo voltar ou pagar prendas se errar.

8 ) Os pais que preferem atividades artísticas podem promover um concurso de pinturas com tintas feitas a partir de pigmentos da terra. A receita é bem fácil: misture água e cola (100 ml para cada) e adicione 25 g do pigmento de sua preferência (pó de café, urucum ou a própria terra). Dependendo da quantidade adicionada, há a variação de tons.

9) Mantenha no espaço da festa diferentes lixeiras, cada uma voltada para a coleta de um tipo de material. Dessa forma, as crianças podem pôr em prática uma das medidas mais importantes para a conservação da natureza: dar o fim certo aos diferentes tipos de lixo.

10) E para o fim da festa, uma lembrancinha diferente. Se todo mundo um dia deveria plantar uma árvore, por que não oferecer um kit de plantação aos convidados? Além de simpático, é uma diversão para filhos e pais fazerem juntos. A Le Petit Vert oferece kits, com mudas de árvore e ervas, com custos para encomendas de 50 unidades que variam de R$ 4 (sachês de sementes) a R$ 18,20 (mudas de árvores maiores).

FONTE: Revista Crescer

Related posts

Trilha Solidária

Há quase 20 anos, a Trilhas recebeu um pedido para ajudar a arrecadar alimentos para uma instituição de caridade. A vontade de ajudar e de ser solidário contagiou a escola e assim começou o projeto Trilha Solidária. A contribuição é voluntária e a arrecadação é feita da seguinte maneira: no começo de cada mês, a

Leia Mais

11 DE JUNHO TEM FESTA JUNINA NA TRILHAS

PROGRAMAÇÃO 9h às 12h30 – Festa Junina para os (as) alunos (as) do Ensino Fundamental I e II 14h às 17h30 – Festa Junina para os (as) alunos (as) da Educação Infantil Nosso arraiá está chegando! Para quem já participou noutros anos, é hora de recordar o quão especial este evento é para a comunidade

Leia Mais