Um olhar nutricional para as comilanças das festas infantis

Muitos de nós vivemos a vida no modo “automático”. Acordamos com o despertador (no meu caso, é uma despertadora chamada Lorena) e aos poucos vamos sendo consumidos pela rotina do dia. Quase não temos tempo de pensar ou reprogramar algumas ações cotidianas, tamanha é a ânsia de “vencer” o dia e carregar as baterias pela noite.

Alguns momentos atípicos podem nos dar tempo de parar um pouco e refletir sobre a nossa prática, um deles é como comemoramos os aniversários dos nossos filhos. Invariavelmente, os Pais vão ter que pensar na data, local, lista de convidados, tema, decoração, trilha sonora, lembrancinha, opções de entretenimento para aquela faixa etária e, claro, o cardápio. Estes quesitos quase nunca são os mesmos, por isso acho importante, já que a ideia é sempre inovar, que o cardápio seja pensado de uma forma mais criativa e saudável.

IMG_4386

Frutas enviadas pelas famílias para a comemoração dos aniversários.

Posso fazer um post depois explicando os motivos pelos quais algumas preparações, ao meu ver, não devem fazer parte da festa, mas neste vou somente citá-los e dar opções mais interessantes do ponto de vista nutricional. Ah! Muitos devem pensar “Mas festa é um momento de se pensar nutricionalmente correto? Festa é festa. Ponto final!”. Bom, pra mim, que sou nutricionista, todo o momento é momento de se refletir sobre o que se consome.

Os alimentos que normalmente fazem parte do cardápio que eu sugiro repensar: refrigerante, sucos artificiais, chá mate industrializado, água de coco industrializada, gelatina, docinhos de festa (brigadeiro, cajuzinho, dois amores…), bolo com tudo o que tem direito (chantilly, cobertura, chocolate, confete dentro, fora, em cima, embaixo, onde couber), salgadinhos fritos (coxinha, pastel, quibe, bolinha de queijo…), empadinha, cachorro quente/doguinho. De lembrancinha, quase sempre tem uma bala ou pirulito ou marshmallow ou tudo isso junto!

“Bom, tirando isso tudo, o que sobraria?”. Sobraria muita coisa gostosa e de qualidade! Pode confiar! Tenho várias sugestões, para todos os bolsos e diferentes tempos de dedicação à cozinha, mas já adianto que ser saudável pode sim custar mais caro e vai sim tomar mais tempo.

Bebidas – águas “saborizadas” (com hortelã, menta, casca de limão, gengibre, canela), água de coco natural, chá mate natural batido (ou não), chá de ervas (capim limão, camomila, erva doce…). Se optarem por sucos, para não encarecer muito escolhendo os de uva e maçã sem adição de açúcar (normalmente são vendidos em embalagens de vidro), poderia ser limonada ou escolher outras frutas. Só precisa cuidar com o tempo de exposição destes sucos!

Bolo de aniversário – como é um aniversário de criança, penso que bolos simples (cenoura, limão, laranja, banana, fubá) sem ou com cobertura de cacau são uma boa pedida! Algumas opções da minha nutricionista chef preferida.

Opções doces – picolés ou sorvetes caseiros, geladinhos/sacolés (com suco verdadeiro ou água de coco natural), salada de frutas (podem ser servidas em casquinhas de sorvete), biscoitos caseiros , trufas/brigadeiros saudáveis, gelatina natural, frutas secas, pipoca doce (com açúcar mascavo/cacau), doce de fruta (bananada, creme de manga/abacate/mamão).

Opções salgadas – sanduíche de metro/mini sanduíches/wrap/mini pizza (evitaria rechear com embutidos – presunto, peito de peru, salame, mortadela… Usaria frango desfiado e carne moída), mini hambúrguer, tortilha espanhola (ovo com batata), empanada/pastel/quibe/esfiha assados, palitinhos de cenoura/pepino, espetinho de tomate e queijo, ovinhos de codorna, oleaginosas (castanhas), milho verde, pipoca caseira, batata assada, salgadinhos saudáveis, torta salgada, pão de queijo, pão de batata.

Nas comemorações que fiz até hoje envolvendo as minhas filhas, inclusive chá de bebê, sempre tive a preocupação e a dedicação de planejar e executar um cardápio que assinaria embaixo, como nutricionista. Nunca tive receio de que pudessem enxergar o cardápio “diferente” de uma forma negativa. Na minha visão, isso é um cuidado extra com a saúde e bem estar dos convidados e não deixa de ser também uma maneira de mostrar que o que é saudável também pode ser muito saboroso!

Fernanda Galvão

Nutricionista, diretora administrativa da Escola Trilhas e autora do blog “Sobre a Mesa”: www.sobreamesanutricao.wordpress.com.

Comentar