Conversas com quem gosta de ensinar…

A cultura escrita a ser trabalhada na escola deve ser vivida pela criança como um conhecimento para além da sala de aula, ou seja, um mundo pequeno inserido num mundo maior. Alfabetizar é, antes de tudo, um processo mental, não uma disciplina que tem prazo bimestral, trimestral, semestral ou anual para efetivar-se, passamos a vida nos alfabetizando. Continuar lendo

Deyse Campos
Pedagoga, Psicopedagoga, Psicomotricista Relacional, Mestre em psicopedagogia e doutoranda em Psicanálise. Graduanda em Psicologia e Assessora Pedagógica na Escola Trilhas, também é autora de livros infantis e professora desde a infância, com seus alunos em forma de bonecas e ursinhos.