Projetos Sociais e Pedagógicos

Num projeto há sempre um futuro que pode tornar compreensível e dar sentido a todo o esforço de busca de informações e construção de novos conhecimentos.
Vinícius Ítalo Signorelli

Assim como o autor, acreditamos que são os projetos que direcionam nossos planos e fazem de nossos sonhos as nossas metas. Queremos torná-los realidade e verdade.

Na Escola Trilhas, os projetos – anuais, mensais, semestrais, de toda a escola ou das turmas – integram o cotidiano dos alunos e professores e trazem a pesquisa como ferramenta essencial no processo de aprender e ensinar.

Trilhas Sonoras

…no dicionário haverá diferenças do que se fala, se diz ou se pensa. E esse sotaque presente na voz é o que desata todos nós…
Milton Karam e alunos da turma Nós da Língua - 2009.

Concebido em 2001 para ser um gerador de situações de ensino, nas diversas áreas do conhecimento, o projeto Trilhas Sonoras trabalha, a cada ano, um tema articulador de um grande processo pedagógico que perpassa a proposta curricular da escola e culmina com a apresentação das músicas das turmas no final do ano.

A partir da exploração deste eixo temático, cada professor apresenta algumas possibilidades de nomes para sua turma. É neste momento que os alunos fazem suas escolhas, por meio de votação. Uma vez decidido o nome, eles pesquisam sobre o assunto, as famílias também contribuem mandando materiais, imagens, vídeos, filmes e textos…”, explica Maria Inês W. Galvão, diretora pedagógica da Trilhas.

Pesquisas se transformam em canções
Esse processo gera uma grande discussão entre as crianças e também muita produção de material. Aí então chega o momento de os professores, junto com as turmas, sistematizarem esse conhecimento: registram, fazem textos coletivos e organizam os conhecimentos apreendidos. Este material é entregue aos compositores, que se inspiram nos textos e informações dos alunos para criar novas letras de músicas.

Dentre as mais de 110 composições já produzidas pelo projeto Trilhas Sonoras, a maioria delas são de Milton Karam. Mas outros compositores, como Nélio Spréa, Paulo de Nadal, Levi Brandão, Estrela Leminsky e Téo Ruiz também já participam deste projeto.

Prêmio da Música Brasileira

A Trilhas já gravou vários CDs que foram produzidos em parceria com a Parabolé, Educação e Cultura. O CD Mundiverso (2008) e o Brincolê, Brincolá (2014) concorreram ao Prêmio da Música Brasileira e ficaram entre os finalistas. 

História do Projeto
Em 2001, durante o desenvolvimento do projeto Nome de Turma, o músico e compositor Milton Karam, então “pai da Trilhas” presenteou a turma da sua filha Luana – do Jacaré – com uma música sobre o tema. “Meu elo com a Trilhas foi muito além do que a de um pai com a escola de sua filha. A Trilhas, como um grande ambiente inspirador que é, me motivou a escrever essa música para a turma da Luana há 16 anos. A música é quase uma brincadeira, imaginando a Turma do Jacaré e o que seria o Jacaré para as crianças. Foi assim que tudo começou”, conta Milton Karam.

As professoras e os alunos adoraram, logo a notícia se espalhou e outras turmas também queriam música. Diante do grande envolvimento dos alunos e professores, a partir de 2002 a Escola Trilhas passou a incorporar uma música ao nome de turma e o projeto Nome de Turma foi rebatizado e passou a se chamar Trilhas Sonoras.

Um projeto, múltiplas possibilidades para aprender
Por ser um projeto que envolve diferentes práticas de linguagem oral e escrita, engloba as áreas de natureza e sociedade, literatura, arte e aspectos da cultura geral, e considerando a amplitude dos temas escolhidos a cada ano, ele é considerado um dos mais relevantes da nossa prática pedagógica. “Compartilhar ideias, sentimentos e decisões dentro da escola permite que os alunos ampliem seu repertório de pensamentos e ações. São instrumentos para eles lidarem com as futuras questões que irão enfrentar no contexto social e na construção do senso de coletividade e cidadania”, conclui Maria Inês W. Galvão.

Conheça a Rádio Trilhas e todos os CDs produzidos.
Na Loja Virtual você encontra os CDs físicos a venda.

 

Criança, Mídia e Consumo

A educação para o consumo consciente e a sustentabilidade do planeta são temas frequentemente trabalhados durante todo o ano em todos os níveis de ensino na Escola Trilhas.

Em outubro, no “Mês das Crianças”, auge do investimento publicitário em sugestões para consumo infantil, a escola realiza o Simpósio Criança, Mídia e Consumo e coloca em foco a reflexão sobre a ação da mídia para o consumo na Infância.

Entre os temas abordados com mais ênfase, estão as propagandas voltadas ao público infantil, alimentação, moda, televisão e tecnologia. O objetivo é lançar um olhar cuidadoso e crítico sobre a estratégia do mercado em transformar crianças ainda pequenas em consumidores vorazes.

Acreditamos que a infância pode ser vivida de maneira mais simples, feliz e sustentável! É isso que as turmas sempre mostram aos colegas da escola e aos familiares, em seus trabalhos apresentados neste evento anual da Trilhas.

Leia aqui uma matéria da Gazeta do Povo sobre  este projeto!

Assista a alguns momentos do Simpósio Criança, Mídia e Consumo nos últimos anos:

2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010

 

Trilha Solidária

Projeto conta com a parceria entre a escola, alunos(as), pais e mães para doação de alimentos, bebidas, produtos de higiene e limpeza!

Há quase 20 anos, a Trilhas recebeu um pedido para ajudar a arrecadar alimentos para uma Instituição de caridade. A vontade de ajudar e de ser solidário contagiou a escola e assim começou o projeto Trilha Solidária.
A contribuição é voluntária e a arrecadação é feita da seguinte maneira: no começo de cada mês, a professora colocará na plaquinha que fica na porta da sala qual é o alimento/bebida que a turma está arrecadando. As famílias também recebem por e-mail a lista de alimentos/bebidas sugeridos para doação e assim já podem se sentir convidadas a contribuir. No início do mês seguinte, postaremos no site da Trilhas o volume das doações entregues.
O movimento solidário conta com o engajamento dos professores, pais, mães e especialmente dos alunos, que se envolvem com o projeto, fazendo inclusive campanha nos seus prédios, entre vizinhos e parentes.

Neste ano, todas as doações serão entregues para a casa ACRIDAS – Associação Cristã de Assistência Social, localizada no bairro Bacacheri. Acridas é uma organização de pessoas cristãs motivada pelo amor ao próximo e sua missão é ‘‘criar condições para que crianças e adolescentes vivam em família e qualquer pessoa vulnerável viva em condições dignas’’.

Para saber mais, visitem a PÁGINA da organização.

Agradecemos todas as doações recebidas até agora e convidamos vocês a continuarem com a gente nesta Trilha Solidária.