Não é mesmo fácil ter ideias para montar o lanche que o seu filho leva para a escola todos os dias. Por isso, preparamos dicas para ajudar você no dia a dia

shutterstock_61253515

A hora de montar a lancheira costuma ser um pesadelo na casa de algumas famílias. Você sugere uma fruta, mas seu filho quer levar biscoitos recheados. Você pensa em fazer um sanduíche integral, mas ele só fala em chocolate. Esse momento, no entanto, não precisa ser tão tumultuado assim. Os especialistas garantem: é possível fazer com que a criança leve um lanche saboroso e ao mesmo tempo nutritivo para comer no intervalo das aulas.

Uma das principais dicas para se chegar a um equilíbrio é levar em conta os gostos da criança. Não adianta você oferecer uma maçã, por exemplo, se, depois de várias tentativas, o seu filho já disse que não gosta do sabor. Existem muitas opções de frutas no mercado, escolha outras, com outras cores, aromas e texturas, que ele pode preferir. Mas atenção! Ouvir opiniões é uma coisa, ceder a todos os pedidos é outra.

“Eles sempre vão optar pelos alimentos mais calóricos, com mais açúcar, sódio e gordura, que são os que mais os atraem. Os pais têm que se manter firmes para montar cardápios completos”, diz a nutricionista Maria Emília Suplicy, do Hospital Pequeno Príncipe (PR).

Segundo a especialista, a lancheira ideal deve conter alimentos de diferentes grupos: um tipo de carboidrato, um tipo de proteínafrutas e a bebida. Pães e bolachas salgadas com geleias e patês caseiros ou requeijão e queijo branco são boas pedidas, além de frutas e bebidas, como água de coco, sucos (pode ser tanto os de polpa quanto de caixinha – neste último caso, se possível, opte pelos integrais ou orgânicos) e, esporadicamente, achocolatados. E, se o paladar do seu filho permitir, não tenha medo de inovar. “Algumas crianças gostam de frutas secas, como damasco e ameixa, e desidratadas, como maçã e abacaxi”, afirma.

E está tudo bem mandar um docinho para o seu filho vez ou outra. Nenhum alimento precisa ser totalmente proibido, basta controlar o consumo. Combine que será permitido comer biscoito em um dia da semana, por exemplo.

Em relação à quantidade, isso varia de criança para criança. Você, mais do que ninguém, conhece o apetite de seu filho (e as orientações do médico dele) para saber quais proporções o deixarão satisfeito sem exageros!

Outro ponto fundamental para um lanche saudável é cuidar da conservação dos alimentos. A lancheira deve ser térmica para armazenar adequadamente os itens de geladeira. No caso de sanduíches, embrulhe-os em papel manteiga e coloque dentro de um pote. Se o seu filho fica no período integral e o lanche que você preparou é para o período da tarde, não mande nada que possa estragar com o calor, como leite ou iogurte.

Para finalizar, uma última dica: ninguém gosta de comer exatamente a mesma coisa todos os dias, então aposte na variedade. Para lhe ajudar nessa tarefa, Maria Emília elaborou cinco sugestões. Preparar um cardápio semanal com antecedência é uma maneira, inclusive, de fazer as compras certas e garantir que não vai faltar nenhum tipo de alimento no lanche (já que na correria da manhã é possível acabar escolhendo aquilo que está mais fácil). Inspire-se nessas ideias e faça as adaptações que desejar para dar seu toque especial. Vale até um bilhetinho seu desejando um Bom Dia ao seu filho!

Dia 1
Água de coco, cookies integrais e fruta

Dia 2
Suco de laranja (caixinha), sanduíche caseiro (pão integral com queijo branco ou patê caseiro) e fruta

Dia 3
Suco de acerola (polpa), bolo caseiro simples (sem recheio e cobertura) e fruta

Dia 4
Água de coco, wrap (sanduíche enroladinho com peito de peru e pasta de requeijão com cenoura) e saladinha de frutas.

Dia 5
Iogurte (possível apenas em regiões mais frias, em que ele permanece conservado por mais tempo), biscoito de água e sal e fruta seca (ameixa ou damasco)

Outras observações da nutricionista

– Envie as frutas em recipientes apropriados (em embalagens no formato da fruta ou picadas em potinhos com tampa)

– Higienize todas as embalagens antes de colocar na lancheira

– Higienize as frutas com água sanitária (1 colher de sopa para cada litro de água – deixe por 30 minutos e enxague)

Fonte: Revista Crescer

Related posts

Campanha do Agasalho: não usa mais? Traz pra Trilhas!

Vamos arrecadar doações para a rede de famílias atendidas pela casa de Apoio Mãe Solidária, do Bairro Uberaba Estamos começando mais uma Campanha do Agasalho aqui na Trilhas. Convidamos as famílias dos nossos alunos e alunas a contribuírem doando roupas, acessórios de inverno e calçados. Tudo o que conseguirmos arrecadar será doado à Casa de Apoio

Leia Mais

A Feira da Troca será dia 5 de maio!

Este tradicional evento, acontece todos os anos e reúne familiares dos nossos alunos para uma manhã de muitas negociações! A ideia é simples: cada família reúne objetos, livros, roupas, calçados, uniformes da Trilhas, brinquedos…. que não são mais usados e trazem para tentar fazer trocas no dia do evento. O que não tem utilidade para uns,

Leia Mais