Individualidades a parte, dicas de alimentação que servem para todos!

A ignorância é uma benção! Se está lendo este post, provavelmente já esteja querendo modificar seus hábitos alimentares e tenho certeza que informar-se é o caminho mais seguro.

Sempre escrevo que a individualidade é muito importante, mas vou listar neste post dicas que servem para qualquer pessoa que esteja querendo ter (mais) saúde!

  • Não compre nada embutido (presunto, apresentado, peito de peru, salame, linguiça…);
  • Não compre leite, queijo, requeijão, manteiga, nata, se não tiver sido preparado de forma mais artesanal;
  • Não compre leite condensado, creme de leite;
  • Não compre enlatados (milho, ervilha, atum…);
  • Coma a fruta e tome água para matar a sede. Esqueça os sucos/mate/refrigerante como bebida. Se não conseguir, faça o suco da fruta, sem coar. Vai ver que tomar água dá menos trabalho e traz mais saúde!
  • Não compre nada industrializado que tenha mais de 3 ingredientes no rótulo;
  • Tome limão em jejum (puro ou com água morna) e aguarde 20 minutos para comer, todas as manhãs (já escrevi sobre os benefícios);
  • Tome café puro, sem adoçar;
  • Se não conseguir fazer suas opções de café da manhã em casa (pão, bolo, panqueca, crepioca) compre numa padaria boa e evite os industrializados do supermercado;
  • Não use caldo pronto. Temperos são alho, cebola, sal e ervas;
  • Use sal marinho;
  • Evite óleo de cozinha (soja, canola, milho, girassol). Faça rodízio com manteiga ghee, óleo de coco e azeite de oliva;
  • Compre somente frutas e verduras orgânicas;
  • Evite comer sobremesas;
  • Evite tomar líquido com as refeições;
  • Proteínas vegetais são feijão preto, feijão carioca, feijão branco, lentilha, grão de bico, ervilha. Lembre de fermentar em meio acido (1 limão em água morna – deixar 48h);
  • Carboidratos interessantes são batata inglesa, batata asterix, batata doce, mandioca, inhame, quinoa. Evite arroz (se for consumir, que seja o integral) e macarrão;
  • Uma salada crua “que se preste” precisa ter pelo menos 4 tipo de verdura crua, uma semente (gergelim, girassol, abóbora, linhaça) e uma oleaginosa (castanha de caju, do para, amêndoas, nozes, macadamia, pistache);
  • Lanche de tarde se sentir fome;
  • As frutas são as guloseimas que a natureza nos ofereceu. Abacate, coco, maracujá, frutas vermelhas, kiwi são ótimas opções com baixo índice glicêmico!
  • Jante, não lanche! A janta deve ter as mesmas opções do almoço (saudável). Caso queira perder peso, evite a proteína vegetal e o carboidrato;
  • Não atenda o celular enquanto se alimenta;
  • Não ceda a pressões familiares e de amigos que ainda não tem a consciência alimentar que você já adquiriu.

Related posts

Confiram como foi a 23ª Feira do Livro da Trilhas!

Nossa 23ª Feira do Livro, que aconteceu no sábado, dia 22/9, foi um sucesso! O dia estava lindo, muitas famílias presentes para acompanhar a programação cheia de atividades! O evento contou com espaços para as turmas apresentarem seus livros coletivos, compra e troca de livros e gibis, contação de histórias, leituras dramáticas pelos 5º anos

Leia Mais

Alunos e alunas vivenciam uma visita à Feira

A nutricionista Graziela Carrão, responsável pelo Setor de Alimentação e Nutrição da Escola Trilhas, realizou uma atividade com as turmas do Infantil V para enriquecer as conversas sobre o projeto que este nível desenvolverá no Simpósio Criança, Mídia e Consumo: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. A ideia de “ir à feira com a Grazi” foi para criar uma

Leia Mais

Atenção! o Tamanduá-Bandeira corre risco de extinção.

As turmas dos infantil VI (Peixe Boi e Tamanduá-Bandeira) estão investigando animais que correm risco de extinção. Acompanhe abaixo o texto coletivo produzido pelas crianças, com a ajuda das Professoras Renata e Karen. “Você conhece o Tamanduá-Bandeira? Ele é um mamífero que vive no cerrado e se camufla nos matos maiores. E mesmo conseguindo se

Leia Mais