Brinquedos inesperados para estimular bebês

Blocos de madeira, utensílios de cozinha e elementos da natureza podem ser acrescentados à diversão do seu bebê

bigstock-Growing-plants-baby-with-wat-64928623ssss-600x400No brincar, o bebê aprende sobre ela mesma e sobre sua família. E, aos poucos, explorações simples vão se tornando brincadeiras elaboradas. Para apoiar as crianças nos primeiros anos de vida em suas descobertas, a família deve possibilitar o contato com uma diversidade e variedade de materiais que interessem a elas, como explica a pedagoga Rita de Cássia Martins, mestre em Educação pela UFPR. “Brinquedos convencionais têm seu valor, mas não devem ser os únicos, nem mais valorizados que os materiais não estruturados”, conta.

Veja opções interessantes para adicionar à diversão do pequeno:

  1. Materiais não estruturados

Tecidos com diferentes texturas, blocos de madeira, fitas de cetim e cordas são opções divertidas e fáceis de encontrar em casa. Como elas exploram sozinhas cada objeto e iniciam pela boca, é preciso higienizar e supervisionar.

  1. Cesto de tesouros

Outra possibilidade é selecionar e organizar em uma caixa de brinquedos alguns utensílios de cozinha, com diferentes temperaturas, cores e texturas. “São materiais que interessam às crianças dessa idade, mas que elas não costumam ter acesso”, acrescenta.

  1. Elementos da natureza

Brincar com água, areia, terra e plantas também é válido. Assim que o bebê fica sentado, é possível deixá-lo mexer na água, fazendo ondinhas, batendo as mãos e brincando com a espuma e brinquedos. “Essas explorações são importantíssimas, pois alimentam a biofilia, que é a ligação e atração que muitos de nós possuímos pela natureza”, afirma Rita. Isso seria importante para não desenvolver fobias por esses elementos.

Fonte: Viver Bem (Gazeta do Povo).

Related posts

Escolas começam a enfrentar déficit de natureza das crianças

Se alguma escola ainda tem grama sintética no parquinho é melhor arrancá-la imediatamente. Está tudo errado nessa ideia meio anos 1980 de se construir um ambiente artificial para que a criança não se suje enquanto brinca no intervalo. Primeiro, porque a brincadeira no pátio não é vista mais apenas como algo que o aluno faz

Leia Mais

Todas as escolas públicas de Nova York aderem à Segunda Sem Carne

Já está mais do que comprovado pela ciência de que uma das melhores maneiras de ajudarmos o meio ambiente éreduzir o consumo de carneou abraçar de vez a dieta vegetariana. Especialistas dizem que reduzir o consumo de carne vermelha é mais eficaz contragases do efeito estufado que deixar de andar de carro. Foi pensando nisso

Leia Mais