Atividades para as crianças nas férias

Na cidade, no campo ou na praia, em ambiente fechado ou ao ar livre, pais devem aproveitar o período para os pequenos praticarem atividades físicas e se divertirem muito

As férias de verão são as mais amadas pelas crianças: além de não ter horários escolares, o clima colabora para que elas possam brincar à vontade. Para que elas gastem bastante energia, o melhor a fazer é tirá-las da frente da TV, do computador ou do smartphone e incentivar as atividades físicas, individualmente ou em grupo.

e0dnd4xuoy9yi0602vgvf7tir

A estação é ideal para brincadeiras e atividades ao ar livre ou mesmo em casa

“As crianças de hoje estudam muito, têm muitos cursos extracurriculares e acabam ficando até estressadas. O período de férias é bom para fazer atividades descontraídas, sem regras e horários, para extravasar mesmo”, afirma Marcelo Mancini, coordenador de esportes.

Luciane Christmann, proprietária da academia infantil, destaca que “esta é uma boa época para as crianças aprenderem a nadar e a surfar, e também para andar de bicicleta, porque o clima ajuda” e recomenda: “Qualquer que seja a atividade, os pais devem procurar participar e ficar atentos ao bem-estar dos filhos”.

O bem-estar inclui a segurança (não esqueça de acessórios como joelheira e capacete em modalidades mais propensas à queda – andar de bicicleta e de skate, por exemplo), proteção contra os raios solares e atenção à nutrição infantil. “É preciso estar bem alimentado para praticar as atividades, assim como é importante repor a energia gasta com uma boa alimentação e bastante líquido”, orienta Ricardo Steinle de Moraes, gerente geral da Fundação Acampamento Paiol Grande e graduado em Parques, Turismo e Recreação pela Western Illinois University (EUA).

Confira  22 atividades que os três especialistas recomendam para as crianças se divertirem e gastarem bastante energia até fevereiro.

Pular corda: Sozinho ou em grupo, pular corda é uma diversão. Ensine a atividade às crianças ou acompanhe-as na brincadeira, inventando desafios e alternando a velocidade.

Andar de bicicleta: Desde pequenas, na fase das rodinhas, crianças amam andar de bicicleta. Leve-as a um espaço amplo (parque/área de lazer do prédio) para elas pedalarem à vontade.

Pular obstáculos: Desafie os pequenos a superar um caminho com obstáculos. Pode ser feito em casa ou no parque, usando o que tiver à mão (cadeiras, bancos, pneus, caixas etc.)

Nadar: O verão é ótimo para nadar. Muitos clubes fazem oficinas para ensinar as crianças que não sabem e para divertir as que já conhecem a técnica. Leve seus filhos!

Andar de skate: A partir dos sete anos, leve suas crianças para andar de skate. O local pode ser um terreno plano ou uma pista de skate. Não esqueça da joelheira e do capacete.

Correr: Correr é uma das atividades preferidas das crianças. Para que gastem bastante energia, devem correr em espaços amplos, como parques e áreas de lazer dos prédios.

Jogar frescobol: Se a família for à praia, jogar frescobol é um dos melhores esportes para as crianças. Verifique as áreas em que ele é permitido e capriche no protetor solar.

Aulas de surf: A viagem à praia pode render aulas de surfe para crianças a partir de cinco anos. Não é obrigatório ficar em pé na prancha logo de cara: respeite o tempo delas.

Jogar boliche: Crianças de dez anos em diante podem jogar boliche para gastar energia. Junte primos e amigos dos seus filhos e os leve a uma pista segura.

Brincadeiras antigas: O verão é uma ótima época para resgatar brincadeiras como corre-cotia e dança das cadeiras, em que as crianças se movimentam bastante e desenvolvem a atenção.

Pega-pega: Quando juntar uma turma de crianças e tiver espaço livre, sugira uma brincadeira de pega-pega, que é uma corrida mais emocionante, com o adicional da competição.

Soltar pipa: É uma boa atividade por causa da corrida até ela ganhar altura, mas tenha o cuidado de só fazer isso com seu filho longe de fios da rede elétrica.

Corrida de saco: Na presença de pelo menos duas crianças, organize uma corrida do saco. Dá para fazer dentro de casa (afaste os móveis), na área de lazer do prédio ou no parque.

Caça ao tesouro: Uma ótima forma de mover as crianças dentro de casa é promovendo uma caça ao tesouro. Espalhe as dicas pelos cômodos e não deixe de participar da diversão.

Playground: Os brinquedos clássicos de playground, como o trepa-trepa e gangorra, devem ser valorizados nos dias em que a família não tiver nada programado fora de casa.

Patinar: Se a criança tiver a supervisão de um adulto, incentive-a a patinar em terrenos planos e seguros. Como as quedas são inevitáveis, equipe-a com joelheiras.

Cantar e dançar: A chuva de verão dominou o dia e não dá para fazer nada fora de casa? Coloque uma música bem animada e dance com seus filhos até eles cansarem.

Pular amarelinha: Com o diagrama desenhado no chão ou em um plástico/tecido comprado pronto, a amarelinha exige energia e concentração das crianças. Cabe em qualquer lugar.

Pula pula / Cama elástica: Se houver espaço para montar um aparelho de pula-pula, disponibilize um para suas crianças. É uma das atividades mais populares e divertidas para elas.

Bambolê: Aproveite que o bambolê voltou à moda e brinque com muitos deles com seus filhos. O exercício trabalha, ainda, o equilíbrio e as noções de ritmo.

Peteca: Brinque de peteca com as crianças. Além de fazê-las suar com as corridas para alcançar o brinquedo, a atividade desenvolve a concentração e a coordenação motora.

Fonte: Delas (filhos).

Related posts

Confiram como foi a 23ª Feira do Livro da Trilhas!

Nossa 23ª Feira do Livro, que aconteceu no sábado, dia 22/9, foi um sucesso! O dia estava lindo, muitas famílias presentes para acompanhar a programação cheia de atividades! O evento contou com espaços para as turmas apresentarem seus livros coletivos, compra e troca de livros e gibis, contação de histórias, leituras dramáticas pelos 5º anos

Leia Mais

Alunos e alunas vivenciam uma visita à Feira

A nutricionista Graziela Carrão, responsável pelo Setor de Alimentação e Nutrição da Escola Trilhas, realizou uma atividade com as turmas do Infantil V para enriquecer as conversas sobre o projeto que este nível desenvolverá no Simpósio Criança, Mídia e Consumo: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. A ideia de “ir à feira com a Grazi” foi para criar uma

Leia Mais

Atenção! o Tamanduá-Bandeira corre risco de extinção.

As turmas dos infantil VI (Peixe Boi e Tamanduá-Bandeira) estão investigando animais que correm risco de extinção. Acompanhe abaixo o texto coletivo produzido pelas crianças, com a ajuda das Professoras Renata e Karen. “Você conhece o Tamanduá-Bandeira? Ele é um mamífero que vive no cerrado e se camufla nos matos maiores. E mesmo conseguindo se

Leia Mais