casa-do-girassol

Se até poucos anos atrás, a escola era a principal fonte de conhecimento numa sociedade, hoje a informação está disponível em muitos lugares: nas revistas, nos jornais, no rádio, na televisão, na internet.

Na era da informação e da comunicação digital, pensar em Educação é compreender que o mundo é composto por infinitas possibilidades de interação, de aprendizado e de construção de identidade. Elas extrapolam o ambiente da escola, nas diferentes áreas do conhecimento, nas relações sociais ou de trabalho, na pluralidade cultural, na construção social de cada sujeito.

A escola é um espaço de produção cultural e as diferentes linguagens propiciam ao aluno o entendimento de sua própria cultura e o estabelecimento de referências. O aluno aprende a se conhecer melhor, a reconhecer outras maneiras de viver e a experienciar outras formas de vida.

“… a cultura escolar adquire a função de refazer e renomear o mundo
e de ensinar os alunos a interpretar os significados mutáveis com que os indivíduos de diferentes culturas e tempos históricos dotam a realidade de sentido.
Ao mesmo tempo lhes abre as portas para compreender suas concepções e as de quem os rodeiam”.
(Fernando Hernández)

IMG_4272

Currículo
O Currículo da Escola Trilhas privilegia a educação pela indagação, pela ressignificação e pela compreensão. Os conteúdos são trabalhados dentro de uma grade curricular maleável e dinâmica que permite estabelecer relações entre as disciplinas e valorizar o que o aluno já sabe e conhece.
O conhecimento não é tratado separadamente, em blocos, mas sim por meio de uma metodologia pautada na integração, na prática transdisciplinar, no trabalho com projetos, pesquisas, nas sequências didáticas e atividades permanentes. Da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, ensinar e aprender são processos em constante movimento.

Metodologia
Para potencializar a aprendizagem de cada aluno, os professores adotam procedimentos formais, informais, observações e diferentes metodologias. O objetivo é criar oportunidades para que os alunos utilizem diferentes linguagens e estratégias para manifestar aquilo que aprenderam. Assim, os professores podem orientar melhor o percurso de ensino, possibilitar novas aprendizagens ou aprofundar aprendizagens significativas.

 Avaliação
Entendemos que a avaliação deve ter dois focos permanentes: o processo de ensino, conduzido pelo professor, e o percurso de aprendizagem do aluno. Avaliar pressupõe uma postura reflexiva, inclusiva e investigativa por parte dos professores, pois cada aluno possui um “estilo cognitivo” diferenciado e deve ser acompanhado nas suas particularidades, assegurando espaço para que desenvolva suas necessidades e habilidades individuais.

IMG_3908

 

Cursos com…

ana-ruth1

 

Ana Ruth Starepravo, na área da matemática, com o tema “Jogos e resolução de problemas”.

 

sandra

 

Sandra Bozza, na área da língua portuguesa, com o tema “O trabalho com a leitura e produção de textos no ensino fundamental”.

 

Fatima Camargo

 

Fátima Camargo, com o tema “O olhar sobre o currículo e a revisão das práticas pedagógicas educacionais”.

 

 

Participação em cursos promovidos pela Escola da Vila (SP)

Anualmente as coordenadoras e professoras participam do Curso ZDP (Zona de Desenvolvimento Profissional) da Escola da Vila de São Paulo (SP).

Alguns temas já trabalhados: Escola e Família na formação de valores do aluno; Valores Morais x Controle disciplinar; Interface entre a leitura e a escrita; Enfoque no Campo Multiplicativo; Conhecer e ensinar conteúdos matemáticos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

 

Trabalhos apresentados e Artigos publicados

2015
Na mais recente edição dos Cadernos de Educação de Infância, publicação da Associação de Profissionais de Educação de Infância, com sede em Lisboa, Portugal, tem um artigo da Jordana Botelho, Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental.

1

O texto “Espaço e currículo intrinsecamente ligados:
dividindo experiências” 
relata um pouco das práticas pedagógicas da Trilhas, que inspiram e são consideradas referência para outras escolas.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra!

2011
5º Seminário Municipal de Educação Infantil oferecido pela Secretaria Municipal da Educação de Curitiba – “A literatura e a formação de Professores”, apresentado por Silvia Pandini.

5º Seminário Municipal de Educação Infantil oferecido pela Secretaria Municipal da Educação de Curitiba – “Arte na Trilhas”, apresentado por Silmara Fernandes e Camilla Carpanezzi.

2010
4º Seminário Municipal de Educação Infantil oferecido pela Secretaria Municipal da Educação de Curitiba – “Projeto Criança, Mídia e Consumo”, apresentado por Jordana Botelho e Cintia Katzwinkel.

2009
3º Seminário Municipal de Educação Infantil oferecido pela Secretaria Municipal da Educação de Curitiba – “Projeto Trilhas Sonoras”, apresentado por Ivanir Dedecek e Maria Inês Weigert Galvão.
Projeto Trilhas Sonoras, vida em grupo faz toda a diferença!. Revista Projeto, Porto Alegre, p. 23 – 26, 01 out. 2009.
Literatura de Cordel: “Gente é pra brilhar”. BOTELHO, J. S. ; FERNANDES, Silmara. Revista Aprendizagem, Pinhais Paraná, p. 32 – 33, 01 set. 2009
Participação na reportagem publicada na Revista de História da Biblioteca Nacional, ano 4, nº 48, setembro de 2009, p. 82-85.

2005
Apresentação da proposta pedagógica da Trilhas para professores da UFSM – Santa Maria/RS.

2004
Participação do Seminário de Educação Infantil – Curitiba/PR.

1998
Apresentação da proposta pedagógica da Trilhas para professores da UNIJUÍ – Ijuí/RS.

1997
Participação no Congresso de Pedagogia em Havana – Cuba Visita às escolas cubanas.

1996
Apresentação da proposta pedagógica da Trilhas para professores da UNIJUÍ – Ijuí/RS.

Excursões pedagógicas

2013: Participação no grupo de estudos para a América Latina em Reggio Emilia – Itália e Curso e visita ao Jardin de Infantes Fabulinus e ao Colegio Antonio Berni em Buenos Aires – Argentina.
2012: Visita a São Paulo: MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA, PINACOTECA, MASP e tour pela cidade.
2007: Visita a São Paulo: MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA, PINACOTECA, MASP e tour pela cidade.
2005: Curso na Escuela Argentina e visita às escolas de Buenos Aires.
2003: Curso e visita às escolas de Barcelona.Visita à escola Stagium e à Escola da Vila em São Paulo.
2002: Visita às escolas Italianas das cidades de Parma, Pistóia, Milão, Bologna, Reggio Emilia e Escola da Ponte em Portugal.