A alimentação ideal para as crianças

fruta

Uma alimentação equilibrada é fundamental para fornecer a quantidade de energia adequada para a prática de esportes, além de auxiliar na melhora do rendimento escolar, crescimento e desenvolvimento das crianças. Segundo o Guia Alimentar da População Brasileira, desenvolvido pelo Ministério da Saúde em 2008, uma dieta equilibrada deve conter alimentos diversificados e ser composta por três grandes refeições ao longo do dia (café da manhã, almoço e jantar), intercaladas por pequenos lanches. 

Uma pesquisa elaborada pela Equilibrium Consultoria para a Kellogg’s®, levantou cinco dicas práticas para que a alimentação das crianças seja mais equilibrada. 

1. O primeiro passo é o café da manhã

É neste momento em que adquirimos energia para começar o dia, além de muitos nutrientes que geralmente não ingerimos em outras refeições. Diversos estudos demonstram que o consumo de alimentos balanceados pela manhã está relacionado não só com a melhora do rendimento escolar, como também ao controle de peso entre crianças e adolescentes. A escolha correta dos ingredientes é fundamental para atingir esses benefícios. Ao contrário do famoso café com leite e pão com manteiga na chapa, uma refeição saudável deve conter fibras, vitaminas e minerais, que podem ser encontrados nos cereais, pão integral, derivados do leite e frutas. 

2. Os carboidratos são responsáveis por fornecer energia para o nosso organismo

Seu consumo deve representar de 55% a 75% do Valor Energético Total. Dessa quantidade, recomenda-se que mais da metade seja proveniente de alimentos que são fontes de carboidratos complexos, como os derivados do milho, do trigo e da aveia. Desta forma, uma boa sugestão são os cereais. 

3. O consumo de alimentos fontes de fibras, vitaminas e minerais deve ser estimulado desde a infância

Uma sugestão é colocar sempre na mesa do café da manhã uma fruta e, na hora do almoço/jantar, uma salada. Diferentes formas de preparações e cortes de frutas, verduras e legumes também são ótimos para estimular as crianças. A formação do hábito saudável começa dentro de casa. Outra dica é deixar uma fruta já descascada e picada que pode ser misturada com algum alimento preferido da criança. 

4. Estabelecer o horário das refeições também é importante para criar uma rotina

Assim como evitar o consumo de petiscos fora de hora ao longo do dia. A família tem um papel importante para ensinar a criança sobre a sensação de fome, saciedade e desenvolver o paladar. Uma boa opção para manter este hábito é montar um cartaz na cozinha determinando os horários que as crianças deverão comer. Isso servirá para orientar as mães e as pessoas que cuidam delas. Para maiores de cinco anos, também pode ser uma ferramenta de educação alimentar. Elas mesmas poderão checar se está no horário da próxima refeição e não pedirão aquele lanchinho fora de hora. Os lanches entre as principais refeições do dia (manhã e tarde) também são importantes para controlar a fome das crianças. Nessas horas, as mães devem ficar atentas para que os alimentos sejam leves e nutritivos. Uma boa dica é a ingestão de frutas, iogurtes ou barras de cereais. 

5. Refeições em família também são importantes para as crianças aprenderem a se alimentar

Estudos mostram que famílias que fazem pelo menos uma alimentação do dia juntas são mais saudáveis.

Fonte: Coisa de Mãe

Related posts

Confiram como foi a 23ª Feira do Livro da Trilhas!

Nossa 23ª Feira do Livro, que aconteceu no sábado, dia 22/9, foi um sucesso! O dia estava lindo, muitas famílias presentes para acompanhar a programação cheia de atividades! O evento contou com espaços para as turmas apresentarem seus livros coletivos, compra e troca de livros e gibis, contação de histórias, leituras dramáticas pelos 5º anos

Leia Mais

Alunos e alunas vivenciam uma visita à Feira

A nutricionista Graziela Carrão, responsável pelo Setor de Alimentação e Nutrição da Escola Trilhas, realizou uma atividade com as turmas do Infantil V para enriquecer as conversas sobre o projeto que este nível desenvolverá no Simpósio Criança, Mídia e Consumo: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. A ideia de “ir à feira com a Grazi” foi para criar uma

Leia Mais

Atenção! o Tamanduá-Bandeira corre risco de extinção.

As turmas dos infantil VI (Peixe Boi e Tamanduá-Bandeira) estão investigando animais que correm risco de extinção. Acompanhe abaixo o texto coletivo produzido pelas crianças, com a ajuda das Professoras Renata e Karen. “Você conhece o Tamanduá-Bandeira? Ele é um mamífero que vive no cerrado e se camufla nos matos maiores. E mesmo conseguindo se

Leia Mais