3º anos visitaram Rio Tarumã e escreveram cartas aos governantes municipais

As turmas dos 3ºs anos realizaram uma aula de campo com o prof º Rodrigo Kersten (biólogo da UFPR) à nascente do rio Tarumã, no bairro Bacacheri. Observaram a pequena nascente do rio que se mostrava como uma bica d’água limpíssima para a população local usar, mas se surpreenderam ao ver como a situação mudava nos segundo e terceiro trechos do rio. A situação ficou triste: o rio com lixo, cheiro ruim, espuma e cor esverdeada, resultado da ação desrespeitosa e inconsequente também da população.

“Isso nos fez pensar ainda mais nas nossas atitudes em relação ao meio ambiente e de que forma podemos colaborar para preservá-lo e passar adiante os conhecimentos que adquirimos até aqui” comentou a professora Adriane.

Na aula de ciências, os alunos se aprofundaram nos assuntos relacionados à água e no passeio puderam coletar dados (quantidade de oxigênio na água, cheiro, cor  e o ph) sobre o rio Tarumã com a ajuda do professor Rodrigo Kersten. Após analisar os dados dos diferentes trechos do rio, os alunos concluíram que apenas a nascente tem água potável e os trechos poluídos eram consequência da falta de tratamento do esgoto antes de jogá-lo de novo no rio.

“Analisamos os dados coletados no nosso passeio e escrevemos uma carta para a Secretaria do Meio Ambiente relatando as nossas conclusões, sugerindo formas de melhorar a situação. Nossos alunos já são cidadãos conscientes das questões ambientais.” Professora Elis.

“…afinal, a água é um bem natural sem o qual não podemos viver!”, acrescenta a Professora Giovana.

Leia em seguida uma das cartas escritas pelos alunos dos 3º anos, enviada para o Prefeito Rafael Greca e para a Secretaria do Meio Ambiente.

“Prefeito Rafael Greca,
precisamos de ajuda, um rio de Curitiba, o rio Tarumã está sendo poluído. A água da nascente está limpa mas depois está super suja. Ela passa por canos subterrâneos: em um trecho ela está limpa, mas no outro está suja e não potável. A gente testou PH, turbidez e oxigênio e temperatura. O nosso guia, o Rodrigo é biólogo e sabe bastante sobre o rio Tarumã.
Você sabia que toda a água suja vai para a Estação de Tratamento da Água (ETA), mas a água suja vai para a Estação de Tratamento do Esgoto (ETE)? Você sabia que a água boa própria para beber não tem cheiro? Fizemos esta pesquisa em julho de 2018. 
Você vai deixar nosso lindo rio Tarumã sujo assim? Você vai deixas todos os rios de Curitiba assim?
Assim vai acabar sujando outros rios e o mar. Você tem que limpar o rio Tarumã e não é porque você limpa um rio que a poluição vai para outro, limpe nossos rios!
Nossas ideias para parar a poluição são: reciclar, separar, colher o lixo que achar no chão, fazer mais ETE e ETA para limpar a água. Obrigada por nos ouvir, espero que você cuide da nossa cidade.
Adeus prefeito.”
Alunas e alunos dos terceiros anos da Escola Trilhas

Related posts

Dia 16 de março tem a Feira da Troca

Todos os anos, a Feira da Troca reúne familiares dos nossos alunos para desapegar de objetos que não são mais utilizados! A ideia é simples: cada família reúne objetos, livros, roupas, calçados, uniformes da Trilhas, brinquedos e trazem para tentar fazer trocas no dia do evento. O que não tem utilidade para uns, pode servir

Leia Mais

Semana Pedagógica 2019

Todos os anos, os trabalhos aqui na Trilhas começam com uma semana intensa de organização e preparação da equipe para o ano letivo que vai começar! Em 2019, abrimos nossa Semana Pedagógica em contato com a natureza, na Chácara Recanto Sagrado, em Campo Magro. Nos demais dias, uma intensa programação envolveu professores regentes e auxiliares

Leia Mais

Alunos e alunas dos 5º anos se despedem da Trilhas

Ao concluírem o caminho trilheiro, as famílias das crianças dos 5ºs anos são convidadas para uma confraternização de despedida com um delicioso café da manhã aqui na Trilhas. A comemoração traz lembranças do tempo em que as crianças conviveram diariamente na escola, suas turmas, suas músicas… Um momento cheio de surpresas e emoções para todos!

Leia Mais